Casamento Tarciane Greyci & Luiz Santana

“Como no palco o ator que é imperfeito
Faz mal o seu papel só por temor,
Ou quem, por ter repleto de ódio o peito
Vê o coração quebrar-se num tremor,

Em mim, por timidez, fica omitido
O rito mais solene da paixão;
E o meu amor eu vejo enfraquecido,
Vergado pela própria dimensão.

Seja meu livro então minha eloquência,
Arauto mudo do que diz meu peito,
Que implora amor e busca recompensa

Mais que a língua que mais o tenha feito.
Saiba ler o que escreve o amor calado:
Ouvir com os olhos é do amor o fado.”

Casamento Tarciane Greyci & Luiz Santana
================================
🎆 🎆 Pirotecnia São Carlos 🎆 🎆
================================
Local: @sonialimajardins
Cerimonial: @cerimonialcarolmendonca
Fotos: @msousafotografias
Vídeo: @proaldo.cinevideo
================================

Read more

Casamento Lilian & Edwin

“Escolhemos o quintal de nossa casa porque gostamos de receber e organizar jantares durante todo o ano”, diz Lillian Henny, advogada de direito da família, ao escolher usar sua própria grama verde como local de recepção para sua festa de casamento com Edwin Alexander, um especialista em pesquisa médica. “Eu morava no local do meu casamento, então todas as tardes eu ia no quintal e tentava imaginar a experiência do hóspede.”

A dupla disse “sim” no Centro de Pesquisa Genealógica da Biblioteca Clayton, não muito longe de sua casa em Houston, Texas. Eles então convidaram seus 213 convidados para sua casa de estilo do meio do século para uma recepção com barraca, cheia de uma refeição de cordeiro com especiarias e 75 anos franceses. A festa inteira foi de gravata preta , com os convidados aparecendo em suas melhores roupas formais e o casal em um vestido com capuz de miçangas e uma jaqueta de trespassado marfim . “Eu queria que o casamento fosse um jantar vintage sob as estrelas”, diz Lillian sobre a festa, que lembrava filmes da Era de Ouro como “Sabrina”.

Para ajudá-la, ela trabalhou com a organizadora de eventos Daryl Wilson, da D Concierge Events, que tornou suas visões realidade. Isso incluía decorar o teto da barraca de jantar com milhares de luzes âmbar quentes e embrulhar uma grande árvore no quintal com ainda mais. O resultado final exalava sofisticação, mas também parecia em casa para o casal, que diz que adorava que seus convidados enchessem sua casa de desejos de futuro.

Read more

Casamento Aline & Luciano

O dia 26 de agosto de 2019 será inesquecível para o Daniel e a Victoria. Já imaginou participar de uma sessão  de cinema com seu filme preferido e sair de lá planejando uma festa de casamento?

Isso, foi o aconteceu com a Victoria!

Antes do pedido de casamento…

Daniel Belfort Malkes tem 27 anos e trabalha na área de cartões do banco Itaú, foi o ator principal de uma história de amor digna de cinema.

Daniel namora Victoria Antunes, de 26 anos, trainee da área jurídica do mesmo banco, há 8 anos. Ele é pernambucano e ela gaúcha. Se conheceram em Porto Alegre (RS) em 2011, quando estudavam juntos em um cursinho pré-vestibular.

Com dois meses de relacionamento, Daniel se mudou para São Paulo para fazer faculdade de economia e eles passaram 5 anos namorando à distância. Separados por mais de 1000 km, Daniel e Victoria só conseguiam se ver a cada 30 ou 60 dias.

Após terminar a faculdade de direito que fazia em Porto Alegre, Victoria se mudou para a capital paulistana e o casal finalmente conseguiu se livrar da saudade diária. E foi aí que ele começou a pensar em pedi-la em casamento.

Read more

São João em Pelo Mundo!

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

“Jovens pulam fogueira na celebração da Kupala, na Ucrânia.” Copyright © 2020, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

Se você acha que comemorar os santos juninos é uma exclusividade nordestina, está enganado. As festa em alusão aos santos Ocorrem no dia 24 de junho ou em dias próximos e são celebrados no Canadá, Estônia, Portugal, Rússia, França, Grécia, Dinamarca e em outros países.

“Poucas coisas têm uma história cultural e civilizacional mais profunda que as festas juninas, especialmente a de São João”, explicou o filósofo Carlos Ramalhete o Sempre Família. “Na Europa, ela foi a cristianização dos ritos pagãos do Solstício de Verão, trazendo consigo tradições perdidas na bruma dos tempos, como o pau de sebo, pular a fogueira, etc.”

“As festas juninas são assim a ponta atual de uma longuíssima tradição que une desde a alegria pela colheita de versão na Europa, passando por toda uma estrutura social com suas demandas e queixumes (Santo Antônio a socorro das moças sem marido, por exemplo), ligando-nos, aqui onde estamos, a nossos antepassados mais remotos”, diz Ramalhete.Saiba mais sobre os festejos em alguns lugares do mundo:

“Imagem de São Pedro se inclina diante da imagem da Virgem, durante a homenagem no fim da procissão.” Copyright © 2020, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

Espanha

A festa tem características diferentes em cada região da Espanha. Em Soria, as Fiestas de San Juan o de la Madre de Dios, declaradas de interesse turístico nacional pelo governo espanhol, duram seis dias, além das pré-festividades. Cada dia de festa tem uma programação específica – alguns deles mantêm a mesma programação há mais de 500 anos. A sexta-feira, por exemplo, é dia de touradas. Tudo é preparado por doze grupos chamados de cuadrillas, cada um com um santo padroeiro. No sábado, as partes dos novilhos que foram toureados são repartidas pelos bairros da cidade. A grande procissão com os santos padroeiros das cuadrillas é na segunda-feira. Durante o trajeto, as músicas típicas da festa – as sanjuaneras – são trocadas por música sacra, mas assim que os músicos passam pela última imagem, a da Virgen Blanca, voltam a tocar as sanjuaneras.

“Noche de San Juan em Porto Rico. Podem-se ver as tradicionais fogueiras.” Copyright © 2020, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

Porto Rico

Como São João é o patrono de Porto Rico – dá nome à sua capital e foi o nome que Colombo inicialmente deu ao território –, a festa é bastante celebrada na ilha. Um dos costumes para “afastar a má-sorte” é o de se jogar de costas no mar três, sete ou até doze vezes à meia-noite ou então banhar-se com rosas. O costume foi inspirado evidentemente no próprio São João, que realizava batismos no rio Jordão, mas hoje tem o significado de deixar o mar levar tudo o que há de ruim e começar uma vida nova. As praias ficam, assim, lotadas durante essa noite – com muita música e comida, é claro.

Peru

Aqui são os rios da selva peruana que recebem as pessoas para o baño bendito no Dia de São João. Come-se o Juane, um preparado de arroz, ovos, azeitonas, coxa de frango e chicória, tudo envolvido em folhas de uma planta chamada bijao, resultando em um formato redondo que remete à cabeça de João Batista, pedida em um prato pela filha de Herodíades. Em Iquitos, o baile que acontece após a missa e a procissão se realiza ao redor de uma palmeira carregada de presentes, chamada de Humisha.

Rússia e países eslavos

A água também tem um papel principal nas festividades de Ivan Kupala, que acontecem na Rússia, na Ucrânia, na Bielorrússia, na Polônia e na Lituânia. O nome foi uma combinação de Kupala, uma festa pré-cristã da fertilidade, e Ivan, João em russo. Como a palavra “Kupala” significa “banho”, o nome completo da festa pode muito bem ser interpretado também como João Batista – aquele que batiza. As garotas jogam guirlandas de flores na água e pulam fogueiras, sozinhas ou acompanhadas. O banho nu também é comum. As crianças brincam de guerrinha da água e fazem pegadinhas para jogar água em adultos.

Portugal

No Porto e em Braga, o registro mais antigo da festa data do século XIV. Além do lançamento de balões de ar quente – costume que chegou ao Brasil – e dos arraiais com música e comida que acontecem em diversos bairros da cidade até de madrugada, uma das tradições da festa consiste em bater na cabeça das pessoas com alho-poró ou, mais recentemente, com martelinhos de plástico. As mulheres esfregam ramos de erva-cidreira na cara dos homens que passam. Tratam-se de costumes ligados a festivais da fertilidade anteriores à cristianização da festa. Em Braga, um dos costumes é a Dança dos Pastores e a Dança do Rei David. Confira esta última no vídeo abaixo:

Estônia

Além da herança de festivais pré-cristãos, na Estônia a Festa de São João se mescla com a comemoração da liberdade e do patriotismo, já que uma das mais importantes batalhas da Guerra da Independência do país aconteceu precisamente numa noite de São João – em 23 de junho de 1919, os estonianos venceram as tropas alemãs. Por isso, quem acende a fogueira principal é o próprio presidente do país. Tochas são acesas a partir dessa fogueira – a “chama da independência” – e acendem outras fogueiras pelo país. Aqui também se pula fogueira e, como na Festa de Santo Antônio no Brasil, se fala muito de amor: um dos contos tradicionais do país fala de dois apaixonados, Koit e Hämarik, que só se veem uma vez por ano, nessa noite que é a mais curta do calendário.

Canadá

O Dia de São João Batista é considerado o feriado nacional do Quebec, a província canadense de língua francesa. Inicialmente vinculada à religiosidade católica que distinguia os canadenses francófonos dos anglófonos – inclusive com direito a vestir crianças como São João Batista – a festa se laicizou em grande escala e se tornou uma festa da identidade quebequense. Popularmente, porém, mantém o nome de Saint-Jean. As fogueiras permanecem presentes – geralmente mais de 300 espalhadas pela província –, bem como shows, desfiles e fogos de artifício.

[/vc_column_text][vc_video link=”https://www.youtube.com/watch?v=QIczMrQISnc” align=”center”][/vc_column][/vc_row]

Read more

Homenagem a todos os clientes

#SãoJoãoEmCasa

Em junho de 1977, a Srª Maria Lurdes – in memorian – começou a vender fogos, no seu bairro, no período junino e com os fogos alegrava as noites de São João, o que mais tarde viria a ser uma grande tradição familiar.

A Loja foi criada com o objetivo de atender a demanda do consumo. Hoje, 43 anos após o primeiro São João, a empresa se estruturou, se aperfeiçoou, tornando-se referência no mercado sergipano.

Hoje, estamos na 4º geração frente ao negócio, ao longo dessa caminhada, vários familiares marcaram presença em cada etapa, contribuindo para o crescimento da equipe, e colaborando para tornar a marca conhecida e respeita no mercado.

São quadro décadas, uma biografia com a emoção de uma história repleta de outras histórias, de muitos clientes que cresceram juntos conosco, que um dia foram crianças, depois adolescentes e hoje são pais alguns até avós que passam para os seus filhos/netos a cultura popular.

São mais de 40 anos que atuamos na comercialização de fogos em Aracaju, sempre presamos pela qualidade e segurança do nosso material, por cota da pandemia de Covid-19 a loja física não está aberta a fim de evitar aglomerações.

A todos nossos clientes, gostaríamos de reitera que os mesmos devam ficar em casa, se puder, e cuidar-se e que tudo isso logo vai passar.

Aproveite o #SaoJoaoEmCasa , enalteça a tradição de comemorar o São João em família no conforto do seu lá.

A Pirotecnia São Carlos adequou-se as regras do comércio e estamos atendendo de On-line, com um sistema de entregas afim de garantir segurança e tranquilidade.

Juntos e em casa vamos manter acessa a chama do São João.

Read more